Clique aqui e inscreva-se

Limpeza Aquosa para Aplicações Industriais

Princípios Básicos de Limpeza Aquosa

A limpeza é um processo de remoção de sujeiras indesejadas de superfícies. Em algumas aplicações, como na manutenção, realiza-se a limpeza prévia de um componente, equipamento ou máquina para uma avaliação mais eficaz do serviço a ser executado.

Em outros casos como em um processo produtivo, a limpeza é operação obrigatória antes de o componente ou conjunto entrar na próxima etapa. Existem quatro fatores que afetam o processo de limpeza:

• Química
• Temperatura
• Ação mecânica
• Tempo.

Esses fatores são geralmente sinérgicos e devem ser verificados para a criação de um processo de limpeza ao cliente.

Química

Um produto de limpeza possui geralmente duas ferramentas para conseguir fazer a limpeza. Uma delas é o tensoativo e o outro é o pH. A maioria dos produtos BORER são fornecidos concentrados para posterior diluição no meio aquoso. Um produto com concentração maior (menor diluição) tem automaticamente um maior potencial de limpeza que um mais diluído.

Tensoativos

Este elemento é muito utilizado pois consegue “sequestrar” a molécula da sujeira e ligá-la a molécula de água. Isto significa que se consegue soltar a sujeira da superfície do material e remove-la da superfície na etapa de enxágue.

pH

PH é uma escala que varia de 0 a 14 onde 7 é considerado neutro. Quando o pH está abaixo de 7 o produto é considerado ácido e quando está acima é considerado alcalino.

A maioria dos agentes químicos usados na limpeza aquosa se enquadra em uma das três categorias de acordo com o pH. Alguns metais podem sofrer reação com determinado pH.

Um exemplo é o caso de peças de alumínio, onde não se pode utilizar processos de limpeza com agentes de pH acima de 9 ou abaixo de 3. Caso contrario esta superfície será atacada.

Neutro

Limpadores neutros, os mais gentis dos limpadores, são preferidos para sujeiras leves e são normalmente ecologicamente corretos. As soluções de limpeza usadas podem às vezes ser descartadas sem tratamento adicional.

Alcalinos

Limpadores alcalinos são os mais utilizados para remoção de óleos, graxas e sujeiras em geral. Existem inúmeras substâncias químicas disponíveis dependendo do tipo e grau de contaminação do material a ser limpo, do equipamento de limpeza utilizado e do uso subsequente do material limpo.

Ácidos

Os limpadores ácidos são usados principalmente para remover manchas e óxidos e para clarear metais não ferrosos. Embora alguma limpeza limitada de sujeiras orgânicas (como óleos) seja possível com alguns produtos químicos ácidos, eles raramente são usados para limpeza geral. Não é incomum, no entanto, usar uma substância química ácida para clarear o trabalho previamente processado com um limpador alcalino e um enxágue final.

Temperatura

A temperatura tem um efeito significativo na eficiência da limpeza na maioria das aplicações. O aumento da temperatura em 10ºC dobra o potencial de limpeza do detergente. Geralmente, quanto mais aquecida estiver a solução, mais rápida será a limpeza.

Se deve tomar cuidado com a temperatura, alguns materiais aumentam o potencial de oxidação conforme se aumenta a temperatura. Quando falamos de polímeros, existe o risco de deformação por causa da temperatura.

Ação Mecânica

A ação mecânica no processo de limpeza é importante por dois motivos.

A ação mecânica faz o papel de auxiliar na limpeza devido a forças mecânicas aplicados a peça. Estas forças mecânicas (no caso de processos com spray) se dá devido a alta pressão do líquido ao encontrar a superfície do metal.

Quando se trata de ultrassom, o impacto do ultrassom em contato com o material gera pequenas cavitações as quais auxiliam no processo de limpeza.

A cavitação ocorre em toda a peça, incluindo sulcos profundos e orifícios cegos, ou qualquer área que o líquido possa alcançar e não funcionam por outros métodos.

Uma nota rápida sobre limpeza ultrassônica e química é necessária aqui. Nem todos os detergentes podem utilizar o método de limpeza por ultrassom. Para uma boa cavitação, a solução de limpeza deve ter alta tensão superficial, baixa pressão de vapor e baixa viscosidade.

Tempo

O quarto fator, o tempo, é uma consideração importante nas aplicações de limpeza. Para um determinado processo de limpeza, uma exposição mais longa geralmente resulta em peças mais limpas.

Estes 4 fatores são extremamente importantes quando se indica um processo de limpeza. Muitas vezes ao não poder aquecer muito a superfície de um metal por algum motivo, pode-se aumentar o tempo de exposição ou a concentração do produto no tanque.

Enxague

Nenhuma discussão sobre a limpeza aquosa está completa sem mencionar a importância do enxágue adequado. Dependendo do material a se limpar, dos agentes químicos utilizados e das especificações de limpeza, pode ser necessária, desde uma simples imersão ou enxágue por spray até vários enxágues, incluindo um enxágue ultrassônico.

O enxágue é especialmente importante com peças de mais de um metal. Resíduos químicos entre os diferentes metais podem agir como uma bateria e promover corrosão a longo prazo.

Quão limpo é limpo?

Em processos de limpeza existem diversos níveis de exigência. Para uma oficina na qual se deseja limpar uma peça para verificar a qualidade do material, se houve desgaste ou não a necessidade de limpeza não é tão rigorosa como para outros processos como no caso de revestimentos especiais em superfícies de metais.

A BORER com seus mais de 50 anos de especialização na tecnologia de processos de limpeza, atua onde se necessita um processo de limpeza absoluta ou em casos nos quais se apresentam situações de limpeza muito complexa. Alguns dos principais mercados nos quais os processos de limpeza da BORER estão presentes são:

Para saber mais sobre o fornecedor deste produto, acesse neste link. Para ir ao site do fornecedor, neste link.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia também

Reparo em Bombas de Incêndio com Resinas Epóxi

Reparo em bombas de incêndio é essencial para garantir a segurança e a eficácia dos sistemas de combate a incêndios. Então uma técnica cada...

Desafios de Vedação de Turbinas? BIRKOSIT é a Solução

Na vanguarda da inovação industrial, a Leidinger, com mais de 25 anos de experiência, orgulhosamente apresenta o Kit de Vedação BIRKOSIT. Assim sendo este...

Spray Anti Respingo. A solução para soldas MIG/MAG

Spray Anti Respingo Cerâmico Weicon: A Vanguarda da Proteção em Soldagem O processo de soldagem é uma das operações industriais mais comuns, mas também uma...

O Que é uma Graxa Dielétrica e Quando Utilizar?

No mundo da manutenção automotiva e industrial, a graxa dielétrica é frequentemente um produto subestimado, no entanto, é altamente eficaz. Nesse contexto, o Lubriplate...