Clique aqui e inscreva-se

Não é Culpa do Adesivo

Você deseja arrumar um cortador de queijos, um óculos quebrado, sem problemas. Coloca um adesivo e tudo resolvido, certo? Não exatamente. Devemos tomar alguns cuidados a mais.

Dica 1: Luvas

Ao trabalhar com adesivos, a regra é usarmos luvas. Por quê? Em primeiro lugar, como trabalhamos com produtos químicos, queremos proteger nossa pele. Mas há outro motivo, a superfície da nossa pele está coberta de contaminações e oleosidade. E isso também pode contaminar a superfície a ser aderida. Portanto, colocar luvas antes de cada adesão.

Dica 2: Limpeza

O que você definitivamente deve fazer antes de cada adesão é limpar.

Gordura, óleo, poeira, sujeira ou spray de silicone são assassinos implacáveis para a adesão. Graxa ou partícula separa o material a ser colado do adesivo A instrução na embalagem de qualquer adesivo diz que a superfície precisa estar livre de sujeiras e oleosidades.

Para se fazer uma limpeza se utiliza um spray específico para a aplicação. Assim como com os adesivo, existem inúmeros tipos de agentes de limpeza, depende quão sensível é a superfície ou quão pesado é a sujeira se precisará de um agente mais suave ou mais forte.

Dica 3: Rugosidade

Existem no mundo milhares de diferentes tipos de materiais que podem ser aderidos entre si e uns aos outros, todos estes materiais possuem estruturas superficiais diferentes. Uma superfície rugosa é ideal para a adesão. Esta rugosidade permite o travamento mecânico dos materiais com o adesivo. Este é o motivo pelo qual é importante ter a superfície rugosa antes da adesão para ajudar na colagem. Dependendo do tamanho e geometria da peça você pode utilizar uma escova de aço ou uma lixa. Na industriais é usualmente aplicado o jateamento Isto significa que o material é tratado com um abrasivo especial com ar comprimido. Após o jateamento, limpamos novamente para limpar as partículas do jateamento, e ter a superfícies limpa para a adesão.

Dica 4: Primer

Em alguns casos aumentar a rugosidade da superfície não é possível ou a superfície deve ser preparada. Fazemos isso quando temos uma superfície passiva e desejamos fazer uma adesão durável. Neste caso, podemos fazer uma dupla com um primer. Um primer, também conhecido como agente aderente, funciona como um adaptador. Promove uma melhor molhabilidade e permite reações químicas entre o adesivo e a superfície a aderir.

Então, sem luvas ou rugosidade da superfície, não é surpresa que o adesivo não funcione. Mesmo assim seu primeiro pensamento é isto é inútil. mas não é verdade. Na maioria dos casos, o problema esta com o operador porque não prestou atenção as nossas dicas. A não ser que selecione o adesivo errado. Isto também não é raro de acontecer. Como escolhe o adesivo correto explicarei em uma próxima oportunidade.

Para saber mais sobre a Weicon, entre neste link. Neste link é o site da WEICON.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia também

Reparo em Bombas de Incêndio com Resinas Epóxi

Reparo em bombas de incêndio é essencial para garantir a segurança e a eficácia dos sistemas de combate a incêndios. Então uma técnica cada...

Desafios de Vedação de Turbinas? BIRKOSIT é a Solução

Na vanguarda da inovação industrial, a Leidinger, com mais de 25 anos de experiência, orgulhosamente apresenta o Kit de Vedação BIRKOSIT. Assim sendo este...

Spray Anti Respingo. A solução para soldas MIG/MAG

Spray Anti Respingo Cerâmico Weicon: A Vanguarda da Proteção em Soldagem O processo de soldagem é uma das operações industriais mais comuns, mas também uma...

O Que é uma Graxa Dielétrica e Quando Utilizar?

No mundo da manutenção automotiva e industrial, a graxa dielétrica é frequentemente um produto subestimado, no entanto, é altamente eficaz. Nesse contexto, o Lubriplate...